Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

Atitudes dos Filhos de Deus

Texto Base: 2 Crônicas 20.1-30

INTRODUÇÃO
Os governantes, os cientistas, os intelectuais, os leigos, os ricos, os pobres, os religiosos e os ateus, todos foram pegos de surpresa. O mundo foi pego de surpresa por um vírus mutante e perigoso. Porém, Deus não foi pego de surpresa e isto traz consolo, segurança e esperança a seus filhos. Quando os filhos de Deus se encontram em alguma situação inesperada e sem forças para agir, sem saber o que fazer, há uma esperança. A exemplo de Josafá, Aquele que controla o Universo, controla cada fio de cabelo de seus filhos. Aprendemos na história de Josafá atitudes inteligentes a serem tomadas pelos filhos de Deus nos momentos em que algo foge do nosso controle. O que Josafá e seu povo fez?

PROPÓSITO
Conhecer quais atitudes devemos ter para agirmos realmente como filhos de Deus.

DESENVOLVIMENTO
1 – BUSCARAM A DEUS EM ORAÇÃO – 2 Cr 20.9-10 / 1 Rs 8.37-39 / Mt 7.8 / Mt 21.22
Josafá teve medo e se pôs a buscar ao Senhor (v. 3). É normal diante de uma ameaça sentir medo, o medo é benéfico para a preservação da espécie. Todos sentem medo. Porém, quando o medo chega há uma grande diferença entre aqueles que são filhos de Deus daqueles que não têm essa convicção. O incrédulo entra em pânico, sem esperança, sem ter aonde recorrer, ou se procura, nem sempre pode confiar no socorro eminente. Os filhos de Deus se lançam nos braços eternos do Pai. Do Onipotente, Onisciente e Onipresente! O texto revela com clareza que Josafá e seu povo estavam com um sentimento de incapacidade “nós não sabemos o que fazer” (v. 12). Você sabe o que fazer diante da crise do seu casamento? Da sua casa? Do seu emprego? Das suas finanças? Da sua enfermidade? Estas coisas já ameaçavam antes da pandemia, imagine agora! Porém, o primeiro segredo é buscar ao Senhor e dizer: “porque em nós não há força para resistirmos a essa grande situação que vem contra nós, e não sabemos nós o que fazer; porém os nossos olhos estão postos em ti” (v.12). A oração une a fraqueza humana com a onipotência divina. A oração ativa o poder do Céu. Tudo pode ser mudado pela oração. O mar se abre (Êx 14.21-22), o Sol para (Js 10.12-13), a tempestade cessa e a peste acaba.

2 – EM UNIDADE, CRERAM E SE APROPRIARAM DAS PROMESSAS DE DEUS – 2 Cr 20.13-15 / Mt 18.18-20 / Is 43.26
O povo de Judá veio de todas as cidades para buscar ao Senhor em unidade (v. 4). Se o povo de Deus soubesse o calibre da unidade, quantas ruinas seriam evitadas e quantas conquistas seriam alcançadas! Sempre que Deus tem algo grande para realizar Ele convoca o seu povo a orar em unidade. Vivemos dias privilegiados onde podemos contar com a presença do Espírito Santo. Ele nos ensina a orar e nos revela as verdades da Palavra. Babel do AT trouxe divisão, mas o Espírito Santo do NT trouxe unidade (At 2.1-11). A ameaça pandêmica tem unido os corações de Seus filhos para um grande avivamento. Josafá também lembrou Deus de suas promessas (v.6-9), e todo o povo creu nas promessas. Nosso Deus é um Deus de aliança com seus filhos e precisamos confiar nas suas promessas (Sl 46 / Sl 91 / Jó 8.21).

3 – LOUVARAM E ADORARAM AO SENHOR – 2 Cr 20.18-21 / Sl 29.2 / Sl 34.1 / Sl 92.1-4
O louvor confunde o inimigo e traz vitória para o povo de Deus (v. 22-23). O louvor não foi o resultado da vitória, mas a causa da vitória. Adoramos a Deus pelo que Ele é e o louvamos pelos seus poderosos feitos. Portanto, antecipar o louvor expressa fé. É muito fácil louvar e adorar quando tudo vai bem, mas a fé é testada no fogo das provas (At 17.25-26).

Aplicação Prática: Vamos ser filhos de Deus não só com palavras, mas com atitudes.

CONCLUSÃO
O impacto provocado pela pandemia do novo coronavírus abalou todo o sistema mundial gerando mudanças, medo e insegurança. Porém, há um povo forte e seguro que não teme a morte e permanece fiel ao Senhor. São os seus filhos. A exemplo de Josafá e todo o Judá, vamos nos unir e buscar a Deus em oração, crer nas Suas promessas, louvá-lo e adorá-lo na beleza da Sua Santidade. O Pai Celestial é a esperança da vitória de Seus filhos. Vamos adorá-Lo.

Fonte: Igreja Cristã Presbiteriana www.igrejadoavivamento.com.br
Correção Gramatical: Samuel Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Junho de 2021

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

Coração Grato

Coração Grato

Textos Base: Salmos 126.3 INTRODUÇÃOFinda-se mais um ano e há motivos de sobra para sermos gratos a Deus. Juntos podemos dizer: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (1 Sm 7.12). Reflita sobre quantas coisas Ele te proporcionou em 2021 e expresse a sua gratidão, porque...

Deus é o guia; vamos cumprir nossa missão sob sua direção

Deus é o guia; vamos cumprir nossa missão sob sua direção

Texto Base: Gênesis 24.7 INTRODUÇÃOEliezer, servo de Abraão, foi guiado pelo anjo do Senhor em sua missão de buscar uma mulher para Isaque. Também nós, igreja de Deus, temos uma missão e o Senhor quer nos guiar para que possamos cumpri-la com sucesso (Mt 28.19-20; Mc...

Deus é o nosso provedor

Deus é o nosso provedor

Texto Base: Gênesis 22.13-14 (NTLH) INTRODUÇÃOAbraão foi adorar a Deus levando seu filho como sacrifício para o altar. Mas o Senhor não permitiu que Isaque fosse morto, na verdade proveu um cordeiro para ser sacrificado em seu lugar. Dessa história foi revelado ao...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *